Muitas mulheres estão insatisfeitas com os seus seios. Tem sido um dado confirmado em inúmeros estudos e também pelos números das estatísticas.

É claramente um tema comum na vida real, considerando que a mamoplastia de aumento é a forma mais popular de cirurgia plástica desde à vários anos. Agora um estudo com mais de 18.000 mulheres quantificou essa insatisfação mamária, descobrindo que a maioria das mulheres desejavam que os seus seios fossem maiores.

Mulheres Querem Aumentar as Mamas
Mulheres Querem Aumentar as Mamas

Quase metade das mulheres do estudo queria aumentar os seios, 23% queria diminuir o tamanho dos seios, e apenas 29% estavam satisfeitas com o tamanho atual dos seus seios.

Os resultados deste estudo refletem as taxas crescentes de desmordia corporal e os níveis de cirurgia plástica entre as mulheres jovens, bem como as questões de saúde mental que vêm com a sensação de inadequação física.

No entanto a desmordia corporal é um tema cada vez mais crescente também nos homens, que por norma acham que têm um pênis demasiado pequeno, embora na realidade isso não acontecesse.

Em um estudo feito apenas com homens entre os 25 e os 45 anos, contatou-se que 37% dos homens queria aumentar o tamanho do seu pênis e que apenas 16% dos homens estavam satisfeitos com o tamanho do seu pênis. É um número de insatisfação muito superior ao das mulheres.

No entanto, ao contrário das mulheres o número de homens que opta por aumentar o pênis é muito mais reduzido do que o número de mulheres que opta por aumentar os seios. Outro dado reporta que no caso das mulheres o método preferido para aumentar as mamas ainda continua a ser a cirurgia, nos homens esse método é muito reduzido. 86% dos homens afirma que apenas irá utilizar métodos naturais para aumentar o seu pênis.

Mas o dado mais preocupante é que outro estudo, conduzido em ambiente universitário, entre jovens adultos e adolescentes, concluiu que o efeito desmordia corporal está cada vez mais presente em pessoas jovens, de ambos os sexos.

Embora não haja uma razão cientificamente comprovada para este fenômeno estima-se que tenha a ver com a publicidade cada vez mais agressiva destacar os atributos físicos de ambos os sexos e às redes sociais que criam grande pressão para apresentarem um corpo em boa forma e sexy.

Uma rede social relativamente nova, o Instagram, tem vindo a acentuar esse efeito por ser uma rede que foca basicamente o aspecto visual, com muito pouco texto a enquadrar a maioria das fotos postadas nela.

E o efeito é global, afetando quase todos os países e culturas

Investigadores em 40 países perguntaram a quase 20.000 mulheres a sua opinião sobre os seus seios. Para obter um quadro global das relações das mulheres com os seus seios, os investigadores de todo o mundo para recrutaram 19.561 mulheres de 42 nações diferentes, com uma média de idade de 34 anos.

seios grandes
seios grandes

Foram mostradas às mulheres fotografias de seios de diferentes tamanhos, e foi-lhes pedido que identificassem qual o tamanho que mais se aproximava do seu e qual o tamanho que prefeririam ter. Os investigadores também perguntaram o que sentiam sobre o seu peso, a sua aparência física geral, e quanto em média gastavam do seu orçamento em produtos ou serviços de beleza.

No Paquistão, que tem o maior tamanho médio dos seios das nações inquiridas, a maioria das mulheres (47%) referiu querer seios mais pequenos. De todos os países inquiridos, as mulheres britânicas foram as mais insatisfeitas com o tamanho dos seus seios, desejando obter um tamanho maior.

O tamanho ideal do peito varia de acordo com a cultura. Pesquisas anteriores descobriram que as mulheres latino-americanas sentem pressão para ter seios grandes, enquanto no Leste e Sudeste Asiático, onde as mulheres tendem a ter seios mais pequenos, os seios eram menos valorizados como um marcador de feminilidade.

Outro aspecto que vale a pena realçar neste estudo foi o forte desejo de perder peso relatado pelas mulheres inquiridas, que foi mesmo superior ao desejo de aumentar as mamas.

O motivo para querer aumentar os seios

No entanto, entre todas as mulheres que disseram que gostavam de ter seios maiores, e às quais lhe foi preguntado os motivos para esse desejo, a maioria (62%) disse que o principal objetivo era para ficar mais atraente aos olhos dos homens, enquanto apenas 31% das mulheres afirmaram que era para se sentirem melhor com elas mesmo, sem serem por motivos sexuais.

Já nos homens os resultados de um estufo idêntico foi bem diferente: 87% dos homens disseram que era por motivos sexuais, ligados ao desejo de melhor satisfazer uma mulher sexualmente ou por motivos de aumento de confiança relacionados com a abordagem de uma mulher.

Conclusão

O que estes estudos todos confirmaram foi que tanto os homens como as mulheres cada vez dão mais importância aos atributos sexuais e à sua aparência geral e basicamente tem a ver com o objetivo de atrair a atenção do sexo oposto.